20.11.08

quantas coisas nessa vida

quantas coisas nessa vida,
se foram perdidas,
como um conto de estrada?
...e no meio da madrugada
puxa-se a enxada para carpir
areia de vidro para plantar,
o feijão não colhido,
o almoço sem jantar,
o canto perdido
por tanto pensar...
quantas coisas nessa vida,
se foram perdidas
como um momento em outro lugar?

4 comments:

Vivian said...

Sua poesia tem uma tristeza e aí não sei se captei, construí ou projetei sobre seus versos, mas de qq modo eles fazem pensar, suscitam uma parada após a leitura.
Quantas coisas perdidas nessa vida... gostei muito! E foi uma ótima aquisição seu livro no Museu da República. Parabéns e sucesso!

Anonymous said...

Fala Leandro blz?
Sou o Leonardo, comprei teu livro encarna das tuas maos na rave cultural na casa das rosas, achei lindos os poemas curtos que sugerem muitas coisas, e realmente pirei naquelas ilustrações...
Bom só passei pra dar 1 espiada no teu blog ja que curti o livro...

ah, eu escrevo a pouco tempo, acho tudo ruim e tenho um blog pra num jogar minhas coisas fora...hehe c tiver afim de ver...

http://leonardomathias.blog.terra.com.br/

joão campos nunes said...

"como um momento em outro lugar"
Parabéns cara, me tornei fã do caco e acho que virei fã seu por tabela.
Bravo.

Lays Laine said...

poema do peito doente